terça-feira, 15 de julho de 2014

XAMÃ - Origem e Habilidades (Super-herói criado por Eberton Ferreira)

 Mais uma arte conceitual feita pelo ilustrador Crimaldo sobre o personagem Xamã, aqui utilizando um dos seus maiores poderes: o portal criado pelo apanhador de sonhos torna possível se transformar em seres místicos com o intuito de proteger a fauna e a flora da sua pátria.

     Para quem tem acompanhado os trabalhos de Eberton Ferreira, sabe que um novo super-herói brasileiro surgiu para conquistar seu espaço nas HQs nacionais.  Seu nome? XAMÃ!

     Até então sabe-se que o herói é um índio cabeludo, que tem marcas de queimadura nos ombros (estrelas de cinco pontas, uma virada para cima e outra virada para bai.xo) e no peito (um apanhador de sonhos). Mas afinal de contas, qual é o seu verdadeiro nome? de onde ele vem? Qual a sua idade? Como diabos ele conseguiu tais poderes? O que os símbolos marcados em sua pele representam? E, por fim, quais são as suas habilidades? Vamos então às revelações:

1) NOME: conhecido apenas por Xamã;

2) ORIGEM: desconhecida;

3) IDADE: desconhecida;

4) FONTE DO PODER: desconhecida;

5) SIGNIFICADO DOS SÍMBOLOS:

a) ESTRELA DE CINCO PONTAS - A que contém a ponta voltada para cima significa luz /harmonia e a com a ponta voltada para baixo significa trevas / perdição. A representação desses símbolos revela claramente a falta de equilíbrio do anti-herói que usa de violência excessiva e por vezes, quase sempre, causando a morte aos seus oponentes. Também significam a sua incessante busca pelo crescimento interior, da sua alma, e dos espíritos que usam o seu templo (corpo).

b) APANHADOR DE SONHOS - Símbolo nativo encontrado nas culturas indígenas das Américas, representa um portal voltado para a comunicação com o mundo dos espíritos, um canal direto com o sobrenatural, com as forças ancestrais e com os elementos da natureza;

6) HABILIDADES:

a) O poder maior está no símbolo marcado por fogo em seu peito. Toda a vez que a natureza corre grande perigo, a ira de Gaya, a mãe Terra, é liberada através do apanhador de sonhos (canal que liga o mundo material e o espiritual), fazendo com que uma energia sobre humana flua do seu chácara, permitindo-o abrir um portal para o outro mundo, fazendo com que os espíritos da Terra possam atravessar as dimensões e possuir o corpo, templo de sua alma, que sofre mutações diversas, de acordo com a necessidade do momento e dos elementos naturais disponíveis, transformando-o em criaturas místicas detentoras de grandes poderes para defesa da fauna e flora de sua pátria.
     Pode-se dizer que os personagens folclóricos são na verdade, relatos deturpados dos humanos que presenciaram as muitas de suas aparições ao longo dos séculos, sempre se transmutando para lutar contra a ganância do homem e suas ações desenfreadas contra o planeta.  Por tanto o Curupira, o Boi tá tá, o Saci Pererê, a Cuca, a Mula sem cabeça, o Lobisomem e muitos outros seres sobrenaturais incorporados no folclore brasileiro são, na verdade, uma só pessoa, possuída por várias entidades espirituais e elementais, com um só propósito: o de impedir a completa aniquilação do planeta Terra;

b) Poder de Cura;

c) Poder de se comunicar com plantas e animais;

d) Poder de falar com espíritos ancestrais;

     Espero que tenham gostado da matéria sobre esse novo super herói bem brasileiro e que ainda tem muitas histórias para serem contadas... muitos mistérios a serem revelados... e que certamente lhes trarão aventuras emocionantes!

     Aguardem em breve a primeira HQ de estréia de XAMÃ! (com roteiro, diagramação e texto de Eberton Ferreira e ilustrações de Edivaldo barbosa).